Como estudar a biblia

COMO ESTUDAR A BÍBLIA SOZINHO Tim LaHaye Edltora Betânia caixa postal 5010 – 30. 000 venda Nova. MG Título do original em inglês• How to Study the Bible for Yourself Copyright C 1976 by Harvest House Publishers Irvine, CA 92714. E. U. A. Quinta edição, 1984 Tradução de Myrian T ar 117 to view nut*ge [Contracapa] Este livro oferece ao leitor algumas interessantes instruções para o estudo da Bíblia, seguidos de gráficos que tornarão o estudo regular da palavra muito mais fascinante.

Ele apresenta um programa de estudos com duração de três anos no fim dos quais o estudante terá adquirido um conhecimento prático da Bíblia. Este sistema prepara o leitor para uma vida inteira de serviço ao Senhor. As técnicas aqui esboçadas foram surgindo naturalmente, quando preparei algumas pessoas individualmente. À medida que meu ministério expandia, descobri que os mesmos princípios podiam ser aplicados, também com sucesso, em grupos de 15 a . 34 6. A maior Biblioteca do mundo 7. O Estudo da Bíblia, Livro por Livro 8. O Estudo da Bíblia por Captulos . . Recursos Para o Estudo Bíblico 82 IO. Hermenêutica 1 1 . Apressando o Processo de Aprendizado . 12. Resumo QUALQUER IJM PODE ENTENDER A BÍBLIA CLARAMENTE 45 . 55 69 88 94 106 Um rapaz de dezessete culto, certo dia, a auspicioso, aquele jovem sentiu um grande desejo de conhecer melhor a Blblia. Anos depois, ele se tornou um famoso pregador, que levou a Cristo um milhão de pessoas. No fim de sua vida, fundou um instltuto bíblico que ainda hoje prepara cerca de 1200 jovens todos os anos, na Palavra de Deus. O nome dele era Dwight Moody. oucos homens igualaram a contribuição de Moody para a cristandade. Mas ele próprio nunca teria realizado o que realizou se não houvesse se disposto a estudar a Palavra de Deus. Embora não saibamos que método ele utilizou para estudar Biblia, sabemos que não recebeu um treinamento em escola bíblica; a maior parte de seus conhecimentos ele adquiriu por si mesmo. Nosso sucesso ou fracasso na vida cristã depende da quantidade de conhecimento bíblico que armazenamos em nossa mente, com regularidade, e de nossa obediência às suas verdades. erto que uma pessoa pode ir para o céu sabendo pouco mais que João 6, ou Romanos 10:9, 10, pois esse maravilhoso dom de Deus, que é a salvação, é tão gratuito, que tudo que precisamos fazer é recebê-lo pela fé 00 1:12). Mas se desejarmos ser crentes felizes e vitoriosos, teremos que os alimentar regularmente da palavra de Deus, e isso requer aplicação de nossa parte. Quanto mais nos dedicarmos a isso, tanto mais rápido e melhor cresceremos na vida espiritual. E descobriremos depois que vale muito a pena o preço que temos que pagar.

Jesus enunciou a fórmula do sucesso pessoal, quando afirmou: «Ora, se sabeis estas causas, bem-aventurados sois se as praticardes» 00 13:17). A felicidade, portanto, resulta de se conhecer a vontade de Deus revelada na Bíblia, e obedecê-la. O problema de muitos crentes é que não se aplicam ao estudo dos princípios bíblicos, nnc(pios bíblicos, e por isso não sabem o que Deus espera deles. Não é de se admirar que não recebam todas as bênçãos da vida cristã. A BÍBLIA FOI ESCRITA PARA PESSOAS COMUNS Infelizmente, a maioria dos cristãos pensam que nunca conseguirão entender a Bíblia.

Acreditam que ela foi escrita para teólogos ou pastores, e tudo que eles têm a fazer é escutar aos ensinos e palestras dos «entendidos na Bíblia», ou ler Ilvros a respeito dela; mas passam pouco tempo estudando a Bíblia eles mesmos. E a parte triste de tudo isso é que a Bíblia não foi escrita para teólogos; for escrita para pessoas como nós. Par exemplo, o Senhor disse, através do apóstolo João: «Filhinhos, eu vos escrevo, porque os vossos pecados são perdoados… porque conheceis o Pai. » (l Jo 2:12, 14. Portanto, está claro que os «filhinhos», ou crentes novas, podem entender a Bíblia. Isto significa que você, leitor, poderá compreender a Biblia. Talvez nem todos sejam capazes de se aprofundar nas verdades blblicas da mesma maneira que us teólogos, e haverá muitas coisas que não iremos compreender, mas a verdade é que muito major é o número de instruções bíblicas que podemos entender, que as que não podemos. Depois que nos convencemos de que podemos estudar a Palavra de Deus por nós mesmos, a nossa vida espiritual toma uma nova dimensão.

Já vi crentes novos e também crentes mais antigos que nunca haviam ficado muito empolgados com sua experiência cristã, serem reavivados logo que se entregaram ao estudo da Bíblia sozinhos. Após vários anos de estudos, consegui organizar um método simples de estudo bíblico, que praticamente já transformou a vida daqueles que o experimentaram com persistência. Este livr que praticamente já transformou a vida daqueles que o experimentaram com persistência. Este livro foi escrito com a inalidade de ajudar o leitor no estudo da Palavra de Deus, e levá- lo a ter este mesmo progresso na vida espiritual.

Mas tenho que fazer uma advertência – isso requer algum esforço. um matemático grego disse: «Não existe uma estrada pavimentada para se chegar ao conhecimento da geometria. » Esta declaração for dirigida a um jovem estudante que desejava saber se não existia uma maneira mais fácil de aprender aquela ciência, sem estudar. Como sabemos muito bem, isso não existe; e o mesmo aplica-se ao estudo bíblico. Na verdade, tal estudo requer o tipo de esforço mais árduo que há – pensar; mas é único meio de se aprender as lições bíblicas.

Quem seguir o programa exposto nesta obra, verá que ele vale a pena, e terá absorvido um conhecimento prático da Bíblia quo não apenas enriquecerá sua vida espiritual, mas também o capacitará para servir a Jesus Cristo durante os anos que virão. A idéia de organizar este manual de estudos ocorreu-me alguns anos atrás, quando vi um anúncio numa revista. Dizia o seguinte: «Aprenda inglês co apenas quinze minutos diários. » Durante o curso secundário, nada fora mais difícil para mim que aprender inglês. Aquele professor mostrou-me que era posslVel dominar idioma com apenas quinze minutos de estudo par dia – e tinha razão.

Na realidade, podemos aprender bem qualquer coisa, com 15 minutos de estudo par dia, se persistirmos nisso pelo tempo que for necessário. Pelo nosso programa, o aluno precisará de 15 minutos de leitura e mais 15 minutos de estudo, por dia, e depois, mais alguns momentos esparsos de folga, para o aprendizado. Mas, após três anos deste estudo, o aluno terá conseguido momentos esparsos de folga, para o aprendizado. Mas, após três anos deste estudo, o aluno terá conseguido atingir us seguintes objetivos: 1. Ler a Bíblia toda. . Ler os livros principais várias vezes. 3.

Gravar os princípios básicos mais importantes, as promessas de Deus e suas ordenanças. 4. Estudar os principais capítulos. 5. Aprender us versículos-chave. 5. Adquirir um conhecimento prático da Bíblia. 6. Formar o hábito permanente de estudar a Bíblia, o que enriquecerá toda a sua vida. O autor pressupõe que o leitor interessado frequenta regularmente uma igreja evangélica, onde a Bíblia é ensinada, e onde ele assiste aos estudos bíblicos; tal prática deve continuar, lógico. Agora, sugerimos que acrescente a isto us quatro métodos e estudo bíblico: ler, estudar, decorar e meditar.

Você descobrirá que os resultados compensarão o tempo investido nesse esforço. Deus, e não estavam mais sendo constantemente derrotados pelo pecado e pelas tentações. Existe somente um modo para se crescer e fortalecer espiritualmente — ler e estudar a Palavra de Deus. Nesses últimos anos tenho tido a oportunidade de observar milhares de cristãos – alguns inteligentes, outros de capacidade média; alguns com educação superior, outros com pouquíssima instrução escolar; alguns com curses de escolas bíblicas, outros, ão.

Dentro de cada uma dessas classificações, tenho vista alguns crentes que continuam a ser bebês em Cristo, enquanto outros crescem e se tornam fortes no Senhor. O único ponto que tinham em comum não era o mesmo grau de instrução, mas, sim, o hábito de alimentarem a mente com a palavra de Deus. Notemos essa expressão do verso 14: «… tendes vencido o maligno». Isso requer uma força espiritual que somente adquirimos com o estudo da Palavra de Deus. As centenas de pessoas que fracassam espiritualmente e que me procuram para aconselhamento tinham todas um denominador comum – negligência da leitura diária da Palavra de Deus.

Todos esses fracassos (e consequente infelicidade) poderiam ter sido evitados, se houvessem aprendido a estudar a Palavra de Deus 2. Ela nos dará certeza de salvação A primeira necessidade do crente novo é adquirir a certeza absoluta de que é um cristão. A salvação é tão maravilhosa – um dom gratuito de um Deus terno – que parece boa demais para ser verdade. Por isso, uma das primeiras dificuldades que um novo convertido encontra, depois que se afasta um pouco da pessoa que o conduziu a Cristo, é abrigar dúvidas acerca de sua alvação.

A única fonte de certeza é a Bíblia. Mas de que vale ela, se ele não a lê? As promessas e garantias que nos são feitas por Deus s Bíblia. Mas de que vale ela, se ele não a lê? As promessas e garantias que nos são feitas por Deus serão de pouco valor, se permanecerem encerradas entre as páginas da Bíblia. Os crentes precisam tê-las gravadas no lóbulo frontal do cérebro. E foi para isto que a Bíblia for escrita. Notemos outra vez 1 João 5:13: «Estas cousas vos escrevi a fim de saberdes que tendes vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus. «

O crente que têm uma certeza sólida de que é filho de Deus, que ele é o seu Pai celestial, possui as bases para viver uma vida emocional sadia. A grande malaria das pessoas que vivem sobrecarregadas de temores, preocupações e outras fraquezas emocionais geralmente não têm certeza da salvação, e estão dando atenção à sua própria mente, ao invés de ler a Bíblia. Ninguém poderá ter certeza das coisas de Deus, enquanto se limitar aos próprios pensamentos, pois, como a Bíblia ensina, o conceito de Deus não vem pelo muito pensar, mas pela «sabedoria de Deus» – a Bíblia (l Co 1:21).

Se alguém deseja a certeza da salvação, então deve começar a estudar a Palavra de Deus regularmente – é a única fonte de onde pode obtê-la. 3. Ela nos dará confiança e poder na oração Agora que você é crente, pode conversar com o Pai celestial acerca de tudo que há em seu coração. Mas como sabemos que ele nos ouve? Porque ele o afirma em sua Palavra – em inúmeros textos. A passagem de 1 João 5:14, 15 ensina que podemos orar com a confiança de que ele nos ouve. Em João 15:7, o Senhor promete: «Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será eito. Isto significa que o estudo bíblico (que é o modo pelo qual suas palavras podem permanecer em nós) nos concede pode bíblico (que é o modo pelo qual suas palavras podem permanecer em nós) nos concede poder na oração, pois, ao estudarmos sua Palavra, ficamos mais familiarizados com a vontade de Deus, e Consequentemente aprendemos a orar. Um dos alunos de Conf6cio perguntou-lhe cena vez: «Será que adianta orarmos par causa de nossos pecados? ‘ Ao que ele respondeu: «Não tenho certeza; mas não custa nada experimentar. » Esta resposta não satisfaz absolutamente.

Somente a Bíblia ensina que Deus responde às nossas orações – o cristão versado nas Escrituras goza dessa segurança. 4. A punficação dos pecados Lady Macbeth não for a primeira pessoa a sofrer angústia de alma par causa de uma consciência culpada pelo pecado. Este problema é universal, e há bilhões de pessoas que, como aquela personagem, não têm a mínima idéia do que fazer para obter a purificação. Tal dificuldade nunca deveria preocupar o crente que estuda a Bíblia, pois, como o Senhor disse: «Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado» 00 15:3). A palavra de

Deus tem um efeito purificador sobre o crente. Jesus orou assim: «Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. » 00 17:17. ) A Bíblia têm o poder de purificar o crente que a estuda. Certo menino pediu ao pai que lhe explicasse como a Palavra de Deus podia purificar uma pessoa. Ao invés de responder- lhe, o pai pediu ao filho que pegasse uma cesta de vime, e fosse até o Iago para trazer-lhe um cesto cheio de água. O rapazinho tentou várias vezes, mas antes que chegasse junta ao pai, o cesto já estava vazio. Sentindo-se muito frustrado, ele disse: «É impossível. Antes que eu chegue aqui, a água toda já se escoou.

O pai então chamou sua atenção para o fato de que o cesto estava limpo, e disse: «É a se escoou. » O pai então chamou sua atenção para o fato de que o cesto estava limpo, e disse: «É assim que a Palavra de Deus purifica o crente, quando passa por sua mente. » Como podemos saber que nossos pecados foram perdoados? A Bíblia diz: «Se confessarmos us nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça» (l Jo 1:9). Que grande incentive nossa alma recebe, quando sabemos que ele é fiel na obra da purificação! Se você é um crente novo, precisa saber o que é eo que ão é pecado.

Deus não nos abandona a mercê de nossos pensamentos. Ele diz: «De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? observando-o segundo a tua palavra» (SI. 19:9). O estudo bíblico nos purifica e nos adverte contra o pecado. Quando eu era crente novo, pedi a um pastor visitante que autografasse minha Bíblia. Ele o fez, mas também acrescentou uma observação muito profunda: «Este livro o afastará do pecado ou o pecado o afastará deste livro. » 5. Ela nos dará alegria uma das bênçãos da experiência cristã é a alegria, mas muitas vezes este gozo é abafado pelas dificuldades da vida.

O Senhor disse: ‘Tenho-vos dito estas cousas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo» 00. 15:11). Se lermos as obras escritas par homens ou nos concentrarmos nos problemas que nos cercam, essa alegria se transformará em medo, temor, e, às vezes, até em depressão. Durante uma certa época de crise econômca, assisti, certa feita, a uma reunião de uma junta de administradores. Quem ouvisse aqueles homens falando, pensaria que Cristo estava derrotado – tudo que fizeram foi prever dias sombrios, desgraça e desespero. Perguntei-lhes: ‘O ue vocês têm lido ultimamente? » Responderam: «O W PAGF